Leve-me com Você

Leve-me Com Você

Saudade e Adeus - Pedacinho do Céu

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Quem Somos Nós?...

Nascido para ser cult movie, este filme diferente ficou mais de um ano em cartaz numa sala em Los Angeles. Depois em São Paulo, também saiu num circuito pequeno e ficou numa única sala criando um publico atraído pelo Boca a Boca. Naturalmente, a critica não entendeu nada chamando-o de "auto-ajuda". Até pode ser um pouco, mas por que não? Que mal há nisso? O fato é que esta é uma original tentativa de misturar gêneros. Ou seja é um documentário diferente, usando atores e personagens, no caso uma atriz premiada com o Oscar, Marlee Matlin no papel da heroína que passa por todos os problemas e dificuldades.

Foi batizado no Brasil de "Quem Somos Nós?". O que não deixa de ser bastante pretensioso. Uma pergunta que, aliás, o filme não pretende responder. Muito melhor é o título original que seria "What the Bleep do We know?" (Bleep - ou blipado, é a maneira que a censura americana na televisão elimina os palavrões. Substitui aqui o expletivo Fuck. Portanto, literalmente seria "Que P**** Sabemos?".

O filme aborda a física quântica de forma leve, deixando-a menos didática e chata, além de questionar o tempo todo o que seria o que vemos. O que é real ou irreal. E como damos valor exato, verdadeiro, para as coisas que nos apresentam no universo. Mais exatamente, se podemos ou não ter certeza se certos objetos "são o que são". Na parte final do filme, um cientista é questionado sobre a existência de Deus. Responde que tem dúvidas, mas se sente como um peixe no oceano. Neste exemplo do peixe, é como se quisessem mostrar o que seria essa dimensão quântica. Os peixes, seríamos nós, e o oceano, seria Deus. Depois falam da utilidade de se pensar quanticamente e como esta nova maneira de ser poderia nos ajudar no dia a dia.

Dão um exemplo: A água de uma fonte de montanha radiografada molecularmente por um cientista fotógrafo tinha uma certa composição, um desenho, e depois de abençoada por um monge budista, esta mesma água, novamente radiofotografada, apresentava uma outra estrutura mais colorida e com um desenho mais bonito. E o cientista diz, se somos feitos basicamente de água, 65%, então uma reza teria este mesmo efeito no corpo humano.

Mas basicamente, o que seria essa percepção que observa? Como é essa realidade que nós humanos construímos? Num exemplo no filme, a realidade não é simplesmente aquilo que vemos. Comprovadamente podemos estar em dois lugares ao mesmo tempo. E isso é o mais difícil de aceitar. Difícil de entender? Talvez, o filme tenta tornar acessível através de depoimentos e historietas, informações revolucionárias e fundamentais para o homem moderno, dando margem à infindáveis especulações. Mas por isso mesmo fascinante.

Gênero: Documentário
Tempo: 109 min.
Lançamento: 2004

Antes de começar a assistir o filme, dê o play e em seguida dê o pause. Aguarde alguns minutos para o vídeo carregar um pouco.

11 comentários:

Bem amiga deixou-me curioso vou tentar assistir esse filme.
Abraços forte

Rosana,

Só vou poder ver após o Ano Novo, mas não vou perder. Depois deixo aqui feedback.

Beijinhos
Luísa

OI Rosana,

Adoro filme cult...daqueles que ninguém vê e artistas desconhecidos...rsrsrsrs infelizmente não posso assistir agora pois estou trabalhando entre um comentário e outro, mas já sei onde procurar.

PS.: Também não vejo nada de mal em algo ser caracterizado como auto-ajuda. Já li ótimos livros de auto-ajuda que de fato me ajudaram.

Rosana,

Irei assistir mais tarde, sei que é um belíssimo filme!

À cerca da sua introdução; poderei afirmar que a bênção do monge Budista alterou de facto a estrutura da água!
O mesmo acontece com o nosso corpo quando lhe é feito uma reza, passe espírita, ou tratamento com energia vital, a nossa coloração altera, isto é: A aura muda para uma coloração mais clara e para uma vibração mais saudável e harmónica, dá-nos o equilíbrio mental e espiritual. Como o nosso corpo é composto de 65% ou 70% de água, logicamente que tbem muda a coloração.

É claro que podemos estar em dois lugares ao mesmo tempo! Quem não passou já por essa experiência?!
De facto é difícil aceitar, não é nada anormal, é o mais natural possível, na passagem de um estado ao outro.
A força do nosso pensamento e o nosso espírito nos transporta rapidamente de um lado a outro, atenção; estando completamente acordados ou em estado de vigília, não falando durante o sono, aqui a situação é um pouco diferente.

O poder do pensamento é fortíssimo, se as pessoas soubessem utilizá-lo para o bem, o mundo seria muito melhor!!

Bjs,

FrancK

Olá minha amada Rosana,

Estava pensando em você, ia escrever-lhe uma mensagem para saber de sua saúde. Pedi orações no blog do Franck e comentei no da Edilene, quando comentou com ela que ia ao médico. Envie-me, por mensagem, informação de como está e o que o médico disse, estou esperando ansiosamente.

A narrativa que fez sobre o filme é perfeita, excelente. Parabéns. Tudo que vem de você é perfeito.

No comentário do amigo Franck, diz: "O mesmo acontece com o nosso corpo quando lhe é feito uma reza, passe espírita, ou tratamento com energia vital, a nossa coloração altera, isto é: A aura muda para uma coloração mais clara e para uma vibração mais saudável e harmónica, dá-nos o equilíbrio mental e espiritual. Como o nosso corpo é composto de 65% ou 70% de água, logicamente que tbem muda a coloração."

Assim, como as orações exercem poder para alterar o corpo e torná-lo mais saudável, com a graça de Deus, tenho certeza que ficará bem de saúde.

Um brinde a 2010!
Um brinde a você e nossa amizade, a qual prezo muito.
Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Saudações!
Que Post Fantástico!

Amiga Rosana, pela explanação que você fez, tenho certeza que vale a pena conferir. Sou um admirador de filmes nesta linha, pois, em muito pode ajudar nos meus estudos.
Sou agradecido por nos presentear essa jóia neste dia especial!
Parabéns por mais um magnífico Post!

Amiga, desejo a você um dia coroado de Luz e Paz!
Boas Festas e
Feliz 2010!
Paz Profunda!
LISON.

Querida Rosana,

só o vídeo vou assistir depois, mas o assunto é muito interessante!

Que tenha um maravilhoso 2010 junto aos seus!

Beijos no coração

Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos,
não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.
Miguel Unamuno

De repente, num instante fugaz, os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás.

De repente, num instante fugaz, as taças de champagne se cruzam e o vinho francês borbulhante anuncia que o ano velho se foi e ano novo chegou.

De repente, os olhos se cruzam, as mãos se entrelaçam e os seres humanos, num abraço caloroso, num so pensamento, exprimem um só desejo e uma só aspiração: PAZ E AMOR.

De repente, não importa a nação, não importa a língua, não importa a cor, não importa a origem, porque todos são humanos e descendentes de um só Pai, os homens lembram-se apenas de um só verbo: AMAR.

De repente, sem mágoa, sem rancor, sem ódio, os homens cantam uma só canção, um só hino, o hino da liberdade.

De repente, os homens esquecem o passado, lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver. .

Feliz Ano Novo !!!

Rosana,
Amiga, te desejo um mega, giga Ano Novo, prosperidade, saúde, amor e paz é pouco te desejo muito, muito + que todos os seus sonhos se concretizem neste ano que está chegando. E neste novo ano, estaremos aqui, firmes e fortes para mais uma jornada informando, divertindo e alegrando os dias nesse mundo dihitiano.
Beijão no seu coração e fica com Deus!!!

Eu assisti esse filme e adorei, ele nos mostra a importância do poder do pensamento e mudanças de conceitos com relação a ciência.
Um livro que é muito interessante e ajuda a entender melhor é O Tao da fisica do Capra, recomendo.

É realmente, esse filme, faz eu e como todos que o assistirem pensar mais sobre quem somos e o que queremos, pensar mais sobre nossa vidas

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Savar nos Favoritos Mais