Leve-me com Você

Leve-me Com Você

Saudade e Adeus - Pedacinho do Céu

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Poema Para Minha Mãe...


Quando me sinto perdida
Vou em busca da minha vida,
E sempre encontro guarida
No ventre que me acolheu.
E os braços que me enlaçam
Tem o perfume da flor
Da Rosa mais perfumada
Que no meu jardim brotou.

Essa flor é mais que poema
No roseiral da minha vida –

É anjo em forma de gente
Simples, pura, e inocente.

Os seus cabelos branquinhos
Como flocos de algodão
Tem a maciez da Rosa,
Rosa flor, Rosa botão.
Sua voz sempre suave
Canta sempre a melodia
Da mais linda poesia
Que só nos traz alegria.

Minha Rosa, minha vida
No jardim da existência –

És a rainha das flores
Com todas as suas cores.

O teu colo acalanta
A minh’alma de criança
E adormeço em seus braços
Esquecendo o cansaço.
Você é minha heroína
Meu amor, meu bem-querer
E com você ao meu lado
Jamais eu irei sofrer.


© Por Rosana Madjarof – 09/11/2009 – 22:30 h. Direitos Autorais Reservados

16 comentários:

Adorei!!!
Lindissimo!!!
Como eu sempre digo, mãe é mãe, e falar delas é tão bom!!!
É só começar... o dificil é parar... são tantas coisas para dizer, a agradecer, a elogiar!!!
Lindo post.
beijos
Clara.

Lindo amiga feliz aquele que ainda desfruta de sua maezinha ao seu lado e tem o colo para repousar a cabeça.
Abraços forte

Lindo poema.mãe é tudo de bom que nós temos.Amo minha mãe.tenha uma semana abençoada.

Amei!!!
Também amo minha mãezinha e hoje eu é quem lhe dá colo. Ela tem DA em grau avançado e sou sua cuidadora. Queria tê-la pra sempre perto de mim.
Lindo Post!
Beijos!!!

Oiee, querida!
Saudades desse espaço! E olha que nem me ausentei tanto tempo.
De verdade, nossa mãe é mesmo nosso tudo!!! Hoje posso dizer de todo o meu coração(também de mãe), pois não valorizava todo esse amor quando era adolescente. Lindo! Lindo! Lindo!
Vou mandar o link do post para o e-mail do meu tudo, tá?
#beijojávou

Rosana

Nesse poema, a beleza dos versos é ampliada pelo amor que eles descrevem.

Que bom que você tem essa bela relação com sua mãe.

Um abraço.

Nelson

Amei o seu poema, ainda mais quando pude ter o privilégio de conhecer essa pessoinha doce que é a sua mãe.
Parabéns pelo poema e pela mãe maravilhosa que você tem.
João

Que saudades da minha mãe! Estando tão perto, parece sempre tão longe. Apesar de falarmos quase todos os dias, às vezes precisava tanto do seu abraço!

Lindo poema, Rosana!

Beijos
Luísa

PS: Rosana, eu neste momento ando um pouco ausente do diHITT, por uma tremenda falta de tempo. Sempre que publiques algo que gostasses que eu visse, por favor deixa-me uma mensagem, que eu verei logo que possa.

LINNNNDDOO poema amiga! Que tributo a maternidade você fez e que homenagem a sua mãe e a você mesma como mãe!
Amei ter o privilégio de lê-lo pode estar certa disso! Você tem uma doçura nas palavras que é tocante!
Beijosss Rosana!

Engraçado, a dias tento falar pessoalmente com minha mãe, fui duas vezes a casa dela(que é em outra cidade) e não á encontrei.
fiquei até chateado ,porque poderia ligar antes, mas o que eu queria mesmo era apraecer de surpresa, abraçá-la e beijá-la.
E agora leio esta linda homenagem... as lágrimas corem em meu rosto.
Como é bom poder ter uma mãezinha e poder dizer...eu te amo mamãe!
Não há como ler seus poemas e não se emocionar.. mesmo aqueles em que como diz vc... estava sem sono, na madruga... são todos lindos , e João ,com aquela homenagem.... nossa , chego até a ficar arrepiado.Tenho pensado muito ultimamente , sobre a sua dor ...tenho trez lindas filhas ,mas só uma mora comigo. as outeras duas ,frutos de um relacionamento do passado, eu quase não tenho contato, ha mais de dois anos que não as vejo...a dor da saudade é terrível, sei que a dor da perda é piór.
Peço a DEUS que te ilumine, te mostre o caminho certo á seguir, e te proteja de todas as iniquidades mundanas que queiram te assolar, e tenha certeza, ele te ama, e o seu amor é incondicional, basta apenas querer!@
Felicidades,sucesso e muita, mas muita paz, querida amiga!

Quanto perfume n'alma de meu colo liberou,

Quanta beleza aos meus olhos brilhou..

Flor, és mais, bela, és mãe

E obra divina.

Abraço

Minha querida Rosana, fiquei muito emocionada com o poema. Mãe é sagrada e eu estou tão longe da minha... que falta faz.

olha querida Rosana, eu li o poema e imagine que foi da minha avó materna que me recordei de imediato...
já desencarnou em 1994, foi mais do que minha mãe...era minha tudo e mais alguma coisa, eu adorava-a.
ainda hoje, apesar de senti-la bem (por vezes até me vem o cheirinho do champô que ela usava e eu nunca usei cá isso em casa, casa que ela nem chegou a ver porque foi feita em 2000....
olha só...estou agorinha mesmo a escrever isto e a sentir esse cheirinho...é uma mistura de idade com algo...doce. acredita que não sei qual era o champô dela?
mas conheço muito bem o aroma. parece...coco talvez, misturado com o cheiro dela mesma é estranho.
e é reconfortante. parece que podia virar-me e vê-la ali...
mãe é mãe, sim concordo.
avó é mãe duas vezes.

bjsssssss

Um linda poesia, emociona e me faz lembrar dos momentos com minhas avós. Sempre doces. bjinhoss

Rosana, coincidentemente meu nome é Rosana (tatinha para a família) e a minha mãezinha chamava-se Rosa.
Tinha com a minha mãe uma relação maravilhosa, ela era minha vida.
Faz 3 anos e nove meses que ela partiu...
Conheci sua história em Uberaba (Celso), pois com três meses que a minha mãezinha havia partido eu já buscava mensagens.
Adorei o poema, lindo, feito para sua Rosa.
Um beijos
Rosana Elias Spinardi

Por favor gostaria muito de um contato de email do Médio Celso por favor presico muito obrigado.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Savar nos Favoritos Mais